Notícias
 
Cidade
 
06/07/2019
Operação desarticula bando que matou PM
 

No confronto, acabaram sendo mortos pelas polícias oito integrantes do bando, seis homens e duas mulheres

Pedro Augusto

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado, vivenciou momentos de terror no início desta semana, com os dois assaltos realizados por uma quadrilha fortemente armada resultando ainda na morte de um policial militar. As ações criminosas foram empregadas pelo bando, durante a manhã da última segunda-feira (1º), a um mercadinho e a um correspondente bancário da Terra da Sulanca. As investidas resultaram num roubo de R$ 56 mil.

Na fuga, os bandidos trocaram tiros com os PMs André José da Silva, de 32 anos, e o sargento Moacir Pereira, de 47, que se encontravam numa viatura e os perseguiram, sendo baleados já na comunidade de Malhada do Meio. André morreu no local enquanto Moacir foi socorrido pelo Samu para o Hospital Regional do Agreste. Até o fechamento desta matéria, o estado de saúde do sargento era considerado grave.

Em diligências, as polícias Civil e Militar de Pernambuco não demoraram a desarticular por completo a quadrilha que vinha aterrorizando a região. Durante operação realizada na madrugada da terça-feira (2), numa área de matagal da cidade de Barra de São Miguel, localizada a 175 quilômetros da capital paraibana João Pessoa, os dois efetivos, em conjunto com a Polícia Militar da Paraíba, revidou à investida à bala que foi impetrada pela quadrilha.

No confronto armado, acabaram sendo mortos pelas polícias oito integrantes do bando, sendo seis homens e duas mulheres. Dentre eles, as mulheres Marcela Virgínia Silva do Nascimento, de 32 anos, e Reniere Alves de Souza, de 32; bem como os homens José Pedro Agostinho da Silva, de 30 anos, Manoel José de Lima, de 37, Edys de Gevan, 32, José Adson de Lima, de 30 anos, e Andson Berigue de Lima, de 29 anos. Este último, conhecido tmabém como "Nanaca", era vereador do município de Betânia, no Sertão de Pernambuco.

Com a quadrilha, a operação recolheu, além dos R$ 56 mil provenientes do roubo, cinco armas de fogo, 59 munições, sete aparelhos celulares, dois carregadores e dois carros. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o bando liderado pelo irmão do vereador Nanaca, José Adson de Lima, conhecido também como "Galego de Nena", foi responsável pela prática de diversos assaltos tanto em Pernambuco como na Paraíba.


SEPULTAMENTO

O enterro do soldado André José da Silva foi marcado por comoção e homenagens. A cerimônia ocorreu no Cemitério de Santa Maria do Cambucá, também no Agreste, na tarde da terça-feira. Centenas de pessoas foram ao cemitério e um cortejo seguiu até o local com viaturas e motocicletas da PM com aplausos dos populares. O corpo do PM foi enterrado sob a tristeza de familiares, amigos e colegas de farda e com honras militares. André tinha cerca de dois anos de serviços na polícia e deixou a esposa e três filhas.

 

 
 
 
 
publicidade