Notícias
 
Capa 2
 
06/07/2019
A fome não pode esperar arrecada alimentos para carentes
 

A campanha para ajudar os mais necessitados em Tamandaré também está sendo desenvolvida em Caruaru

Jaciara Fernandes

A solidariedade não tem distância nem tão pouco mede esforços. A prova disso é a campanha "A fome não pode esperar", que está sendo desenvolvida em Caruaru para ajudar aos mais necessitados. A ação teve início no município de Tamandaré, no litoral sul de Pernambuco, e chegou a Caruaru, através da boa vontade de Marta Regina Rodrigues Ferreira, que não só se sensibilizou como também abraçou a causa, arregaçou as mangas, literalmente, e desde então, focou suas atenções para despertar o amor ao próximo em cada caruaruense.

A campanha tem o objetivo de ajudar centenas de famílias em situação de vulnerabilidade social do litoral sul e tem à frente o padre Arlindo Matos Júnior, pároco da Igreja de Tamandaré. A situação se agrava nesta época do ano, quando o movimento de turistas na praia cai por conta das chuvas. Com isso, a comunidade que vive essencialmente do comércio na praia, sofre ainda mais com o desemprego. Pensando em amenizar o drama de mais de 600 famílias, já cadastradas na paróquia, o sacerdote está promovendo a ação contando com a colaboração de todos.

Todo o esforço do religioso chamou a atenção da caruaruense Marta Regina, que há anos veraneia na Praia de Tamandaré e, como católica praticante, se tornou amiga do padre Arlindo. "Sinto que muitas atitudes que faço, hoje, devo a ele, que despertou em mim o compromisso para o nosso próximo", comentou Marta, referindo-se ao padre. Formada em Ciências Contábeis, atualmente, Marta trabalha no Departamento Administrativo do Centro Educacional Marlucí, função que toma todo o seu tempo. Mas, segundo ela, quando se quer ajudar, não existe obstáculos. "É muita correria porque é necessário não só sensibilizar as pessoas, mas também fechar parcerias para pontos de arrecadação de alimentos, bem como a logística de armazenar tudo o que for arrecadado", explicou o processo.

Outra responsabilidade de Marta Regina diz respeito ao envio dos alimentos arrecadados na Capital do Agreste até Tamandaré, quando se faz necessário o frete de caminhões, que custa em média, R$ 600. Para ajudar a engrossar o cordão da solidariedade, os moradores de Caruaru devem se dirigir até os pontos de arrecadação para fazer a doação de cestas básicas ou de 1 kg de alimento não perecível.

Há quatro anos, o padre mobiliza os veranistas em outro projeto para ajudar a população. Para tanto, criou uma associação que atua diretamente no desenvolvimento de ações sociais, culturais e religiosas e abriu as portas da paróquia para realizar os atendimentos. Já foram beneficiadas mais de três mil pessoas, que receberam assistência médica, odontológica, fisioterápica e psicológica, além de orientação jurídica e nutricional. Os serviços são promovidos de forma gratuita, por meio de mais de 30 voluntários, profissionais liberais, geralmente veranistas.

Tamandaré possui cerca de 20 mil habitantes e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) é de 0,593, sendo considerado como baixo em comparação ao valor estadual. O município sobrevive praticamente da plantação de cana de açúcar e do turismo.


Pontos de arrecadação em Caruaru:

Supermercado Paraíso (Rua Dom João VI, 99, Bairro do Salgado)

Centro Educacional Marlucí (Rua Maria Mércia Vieira, 89, Bairro Universitário)

Espaço Vida Saudável (Av. Venezuela, 70, Bairro Universitário)

Polo Caruaru (margens da BR-104)

 

 
 
 
 
publicidade