Notícias
 
Cidade
 
09/03/2019
Fiéis lotam igrejas na Quarta-feira de Cinzas
 

A programação, que também marcou o lançamento da CF, se estendeu em paróquias de vários municípios da Diocese local

Celebrações religiosas ocorreram em toda a Diocese de Caruaru, no último dia 6, para marcar o início da Quaresma e o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2019. Como acontece todos os anos, na Quarta-feira de Cinzas, fiéis lotaram paróquias de vários municípios.

A celebração na Matriz de Nossa Senhora das Dores, no centro de Caruaru, teve a participação do bispo dom Bernardino Marchió. E como já é tradição, a missa reuniu o clero, seminaristas, leigos e a população, que foi receber a cinza, simbolizando a condição humana.

Com o tema ‘Fraternidade e Políticas Públicas' e com o lema ‘Serás libertado pelo direito e pela justiça', a CF ganhou ênfase na voz de dom Dino ao dizer que as políticas públicas devem resultar na inclusão de todos, com qualidade e contato humanitário. "Temos a missão e a preocupação de lembrar que se faz necessário continuarmos também a alertar para que, ao pensar a vida política do país, sobretudo as políticas públicas, se assegure os direitos fundamentais da população, especificamente dos mais pobres", enfatizou.

Os fiéis tiveram a oportunidade de se dividir nas paróquias que realizam a Missa de Cinzas, significando os 40 dias de preparação para a Páscoa, proporcionando momentos de reflexão.

Em Caruaru, além da Matriz das Dores, tiveram programação as paróquias de Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora da Assunção, São José, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora do Monte Carmelo, São Bento, Lagoa de Pedra, Caiucá, Nossa Senhora de Guadalupe, Olho d'água da Cana, Santa Rosa e Santa Teresinha.

As celebrações se estenderam em Altinho, na Paróquia de Nossa Senhora do Ó; em Agrestina, na Paróquia de Santo Antônio; em Gravatá, na Paróquia de Sant'Ana e na Igreja Nossa Senhora de Lourdes; em Pão de Açúcar, na Paróquia de São José; em Cachoeirinha, na Matriz de Santo Antônio e na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, e em Taquaritinga do Norte, na Paróquia Santo Amaro.


SIMBOLOGIA

A Quarta-feira de Cinzas é um símbolo do dever da conversão e de mudança para que a humanidade recorde que a vida é passageira e frágil. É sempre o dia seguinte à Terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias da Quaresma, que culmina na Sexta-feira da Paixão, que antecede o Domingo de Páscoa.

A tradicional Missa das Cinzas é proveniente da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A essas cinzas mistura-se água benta e cada fiel é sinalizado com uma cruz na fronte, seguida da profissão da frase "Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás" ou a frase "Convertei-vos e crede no Evangelho".

Na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão, a Igreja Católica aconselha os fiéis a fazerem jejum e abstinência de carne. Esta tradição tem como propósito fazer com que os religiosos tomem parte do sacrifício de Jesus.

 

 
 
 
 
publicidade