Notícias
 
Últimas
 
08/12/2018
Estudante caruaruense é encontrado morto
 

Anderson teria sofrido mal súbito, haja vista que o laudo apontou que não houve ingestão de substâncias tóxicas

Pedro Augusto

O estudante de medicina Anderson Araújo, de 36 anos, foi encontrado morto, na última terça-feira (4), no Condomínio Towers Residencial, localizado em Salto Del Guairá, no Paraguai. Natural de Caruaru, onde era bastante conhecido, atualmente Anderson estava cursando o sexto período de Medicina na Universidade Sulamericana. Até o fechamento desta edição, ainda não haviam sido confirmadas pela família, a data e o horário do enterro do estudante. Ele estava previsto para acontecer neste final de semana, no Cemitério Parque dos Arcos.

O corpo seria transportado de carro até a metade do percurso e tão logo passasse da fronteira entre o Paraguai e o Brasil, viria de avião para a capital pernambucana. "Uma colega tinha falado com ele na quarta-feira (28), no dia seguinte os colegas estranham a ausência dele. Dias depois, os vizinhos notaram um mau cheiro vindo do apartamento e chamaram a polícia, que o encontrou morto", comentou à Folha de Pernambuco, a tia de Anderson, Thamar Lígia Barbosa.

De acordo ainda com informações repassadas por familiares, o estudante caruaruense teria sofrido mal súbito, haja vista que o laudo pericial apontou que não houve ingestão de substâncias tóxicas ou álcool nas 48 horas que antecederam a morte. A expectativa, segundo ainda a família, era de que ele retornasse para Caruaru no próximo dia 15, onde iria comemorar as festividades de fim de ano.

As investigações do caso, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), estão a cargo do governo e da polícia paraguaios. "Em atenção à Lei de Acesso à Informação e em respeito à privacidade do cidadão, esta assessoria não está autorizada a fornecer informações de cunho pessoal sobre o caso", disse a nota do Itamaraty.

Anderson Araújo tinha planos de transferir o curso de medicina para o Recife. Ele era divorciado e deixou uma filha de 15 anos.

 

 
 
 
 
publicidade