Notícias
 
Política
 
10/11/2018
Prisão de Lula não tem relação
 

Confirmado nas pastas da Justiça e da Segurança Pública, o futuro superministro Sérgio Moro concedeu entrevista, na tarde da última terça-feira (6), em Curitiba, para falar sobre a decisão de largar a magistratura e o comando da Operação Lava Jato, na 13ª Vara Federal, e ir para o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Durante a entrevista, Moro disse que o processo do ex-presidente Lula não teve qualquer relação com a sua decisão de ir para o governo. O juiz recebeu muitas críticas por ter aceitado o convite de Bolsonaro na quinta-feira (1º). "Não posso pautar a minha vida com base na fantasia de um álibi falso de perseguição política", disse Moro.

O futuro ministro disse ainda que "não existe a menor chance de utilização do ministério para perseguição política. Não foi feito isso durante a Lava Jato". Segundo o juiz, Lula foi preso porque cometeu um crime e foi julgado por isso. "O que houve aqui é uma pessoa que lamentavelmente cometeu um crime, esse crime foi investigado, provado e ela responde na Justiça por esse crime".

 
 
 
 
publicidade