Notícias
 
Política
 
01/11/2018
Formação de juristas acompanha história de Caruaru
 

O desenvolvimento da área das ciências jurídicas de Caruaru se confunde com a história do próprio município. A cidade, além de ter grandes nomes formados na área, possui o curso de Direito mais antigo do Interior do Norte e Nordeste do país. Isso reforça a sua importância estratégica para a região enquanto polo de formação educacional superior e na contribuição para o surgimento de personagens que marcaram sua trajetória, inclusive nacionalmente.

O jurista e ex-deputado Tabosa de Almeida é um desses nomes. Ele foi o idealizador da Faculdade de Direito de Caruaru, hoje Centro Universitário Tabosa de Almeida (Asces-Unita) criada no ano de 1950. Visionário, mobilizou pessoas com o mesmo objetivo de trazer à cidade algo impensável para a época. Assim, Caruaru teve suas primeiras faculdades de Direito e Odontologia. Formado em ciências jurídicas e sociais pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), ele fez doutorado em Direito pela UFPE e trabalhou em 16 comarcas do interior pernambucano. Na política, foi eleito três vezes deputado estadual e duas vezes deputado federal.

O Brasil também contou com o trabalho de outro talento caruaruense advindo da área jurídica: o ex-ministro Fernando Lyra. Com atuação marcante enquanto deputado federal por 28 anos, inclusive constituinte, esteve em Brasília representando a cidade e continua sendo respeitado e lembrado por sua postura ética, sendo um dos símbolos da redemocratização do país como o grande articulador da chapa que elegeu Tancredo Neves como o primeiro presidente civil eleito após o período de ditadura militar. Fernando Lyra foi deputado pelo MDB (1971-1979), PMDB (1979-1991), PDT (1992-1995) e PSB (1995-1999).

Atualmente, o principal tribunal do Poder Judiciário em Pernambuco é comandado por um caruaruense. Formado pela então Faculdade de Direito de Caruaru, atual Asces-Unita, o desembargador Adalberto Melo teve sua carreira de Juiz iniciada aos 29 anos na Comarca de Pedra e trilhou um caminho de sucesso até chegar ao Tribunal de Justiça de Pernambuco, onde foi membro eleito da Corte Especial nos anos de 2010 a 2012. Foi, ainda, vice-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco no biênio 2016/2017 e preside o Judiciário estadual no biênio 2018/2019.

Para o historiador José Urbano, são personagens que tiveram grande contribuição com nossa trajetória e merecem destaque por suas biografias de serviços prestados. "São homens como dr. Adalberto Melo, Fernando Lyra e dr. Tabosa de Almeida que engrandecem demais colocando em mais alto panteão da história da sociedade brasileira o Poder Judiciário. Essa constelação de homens gigantes altamente valiosos que Caruaru oferece para o Brasil como um todo", afirmou. Ele também ressalta a importância estratégica que a Capital do Agreste exerceu e segue exercendo na educação superior regional. "O curso de Direito em Caruaru é um marco na educação no Interior de Pernambuco, porque não dizer também no Interior do Nordeste", destacou.


CURSO SEGUE COMO REFERÊNCIA

Passado o tempo, o curso de Direito da Asces-Unita segue em destaque formando profissionais que contribuem com o desenvolvimento da sociedade, sendo um dos mais tradicionais e reconhecido por sua atuação e qualidade. Tem como diferencial a existência de convênios celebrados com diversas instituições, entre as quais o Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Defensorias Públicas, Ministério Público, Procon, Governo do Estado, entre outras, possibilitando a realização de atividades de extensão e estágio dentro e fora da instituição e propiciando a prática jurídica real. No Vestibular 2019, que marca a celebração dos 60 anos da Asces-Unita, serão oferecidas 590 vagas para os futuros juristas.

 

 
 
 
 
publicidade