Notícias
 
Cidade
 
29/09/2018
Operação prende suspeitos de roubo e latrocínio
 

A Polícia Civil de Pernambuco participou, nesta semana, da Operação Midas, deflagrada em todo o Brasil, sob a coordenação do Ministério da Segurança Pública, com o objetivo de prender suspeitos de crimes de roubo e latrocínio. Até o fechamento desta matéria, haviam sido presas 44 pessoas e apreendidos 13 menores em todo o Estado, totalizando 57 alvos.

Dentro deste montante, encontra-se o resultado da Operação Hydra, deflagrada no decorrer da semana, nos municípios de Arcoverde e Sertânia, no Sertão de Pernambuco, que conseguiu desarticular organização criminosa especializada na prática de assaltos a bancos. Durante a ação, que resultou na prisão de 14 pessoas, foram encontradas drogas, armas, munições e explosivos.

Já na capital pernambucana foram cumpridos os mandados de busca e apreensão dos quatro menores que participaram de um assalto a um motel usando facas, no Bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife. Em paralelo, no Agreste, a Polícia Civil também realizou, durante a Operação Midas, a prisão de dois homens e apreensão de um menor pelo crime de latrocínio de uma idosa de 97 anos, na zona rural de São Joaquim do Monte.

De acordo com as investigações da polícia, os latrocidas mataram Severina Amélia da Conceição para roubar um botijão de gás e a quantia R$ 300. A vítima também sofreu violência sexual. Os envolvidos foram sentenciados a 28 anos e sete meses de reclusão pela Justiça. O crime aconteceu em 2016.

 
 
 
 
publicidade