Colunas
 
 
Confidencial
 
30.03
Confidencial
Saneamento Básico

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, foi eleita, na última segunda-feira (25), em Brasília, vice-presidente de Saneamento Básico da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). A eleição ocorreu durante a 75ª Reunião Geral da instituição. Raquel quer colocar em discussão os índices baixíssimos de tratamento de esgoto, além da necessidade de mais investimentos na distribuição de água. "Esse é um tema que deve e precisa ser melhor discutido", pontuou.


Poder Fiscal

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse, na terça-feira (26), que o Governo Federal está empenhado em ajudar estados e municípios a recuperarem seu poder fiscal. O anúncio foi feito em uma reunião do Fórum de Governadores, no Palácio do Buriti, em Brasília. Segundo Guedes, é importantíssimo dar agilidade no processo de aprovação da Nova Previdência, para que o governo retome outras agendas que vão auxiliar os estados e municípios. No encontro, os governadores apresentaram algumas reivindicações, como a divisão da cessão onerosa, a liberação das verbas dos Fundos Constitucionais e a revisão da Lei Kandir.


Empreendedorismo

Na última terça-feira (26), a Acic e a Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), realizaram um evento especial em alusão ao mês da mulher. O encontro contou com palestras de empreendedorismo com especialistas para o público feminino. Participaram a professora e especialista em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, Camila Juliete, que debateu sobre como as redes sociais podem ajudar no desenvolvimento dos pequenos negócios, e a também professora e especialista em Marketing, Sandra Silva, que abordou o marketing empreendedor como ferramenta de aumento de lucros para empresas e prestadores de serviços.


CTEVO

A Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência Obstétrica de Caruaru (CTEVO) realizou, na segunda-feira (25), a eleição para a escolha dos novos integrantes da coordenação e secretariado que ficarão à frente da CTEVO durante um ano. A eleição aconteceu no auditório da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), com o pleito conduzido pela secretária da SPM, Juliana Gouveia, que foi eleita como coordenadora da CTEVO. Além dela, foram escolhidas para o cargo de primeira secretária a coordenadora de Saúde da Mulher da SPM, Ayna Miranda, e para o de segunda secretária, a doula Jucimere Silva.


Projeto de Lei

A proposta apresentada pelo vereador Marcelo Gomes, que proíbe o uso de canudo de plástico em estabelecimentos comerciais de Caruaru, foi aprovada, por unanimidade, na sessão da quinta-feira (28), na Câmara de Vereadores. O texto seguirá para sanção da Prefeitura, a quem caberá ações educativas e também de fiscalização em hotéis, restaurantes, bares, padarias, lanchonetes, dentre outros estabelecimentos comerciais, autorizados ou licenciados pelo Município.


Projeto de Lei II

De acordo com o projeto, em lugar dos canudos de plástico deverão ser fornecidos canudos em papel reciclável, material comestível ou biodegradável, embalados individualmente em envelopes fechados feitos do mesmo material. "O plástico demora milhões de anos para se decompor e é um grande agente poluidor do meio ambiente. Passar a usar itens reutilizáveis e reciclar sempre que possível pode ajudar a reduzir drasticamente a quantidade de lixo se acumulando em aterros sanitários, beneficiando assim o meio ambiente e a saúde da população", justificou Marcelo Gomes.


Pauta Municipalista

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Novo Pacto Federativo e o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, participaram de uma reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e outros parlamentares da Frente, na terça-feira (26). O objetivo foi entregar ao democrata a pauta legislativa dos municípios deste ano. As reivindicações apresentadas ao presidente foram construídas com a CNM e a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). Os projetos discutidos visam fortalecer os municípios, além de aumentar a arrecadação.


Reforma

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, na quarta-feira (27), à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que poderia deixar o governo de Bolsonaro se as reformas planejadas pelo ministério não avançarem. A audiência ocorreu um dia após ele ter cancelado de última hora, na terça-feira (26), sua presença na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, onde discutiria a reforma da Previdência.

 

 
 
 
publicidade